Trama
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.
Créditos
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.
Novidades
18.06
Reabertura do Fórum 2.0

00.00
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut.

00.00
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut.
Times
Nombre apellido
Mejor héroe
Nombre apellido
Mejor Villano
Nombre apellido
PJ más activo
Administração
Companeros

Élite 0/40

Times Square

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Times Square

Mensagem por The Founder em Dom Set 13, 2015 3:19 pm


Times Square



avatar
Mensagens :
345
US$ :
44472
Data de inscrição :
27/07/2015

Dados do Personagem
Nivel:
Experiencia :
0/0  (0/0)
Vida (HP):
0/0  (0/0)

The Founder
Ver perfil do usuário http://new-halfbloods.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Times Square

Mensagem por Savannah Müller Hartmann em Dom Set 27, 2015 5:16 pm



Com essa educação toda é claro que deixo você passar. - Disse para o rapaz que passou por mim quase derrubando a bebida que tinha em mãos. Ele me encarou sério, me contive para não gargalhar da expressão que ele fez esperando que eu o temesse, somente ergui o copo na direção dele e forcei um sorriso. - Idiota. - Me virei e revirei os olhos, segurei o canudo com o polegar e o dedo indicador e o levei até meus lábios, tomando algumas goladas daquela bebida. Desviei meus olhos para o relógio que estava em meu pulso e arregalei os olhos. - Ela vai me matar. - Ri da minha desgraça ao imaginar a cara de Georgia de braços cruzados indicando que eu estava atrasada. Ela é uma das poucas pessoas, se não a única, que eu posso considerar como amiga e em meio a isso ela teve uma ideia para marcar nossa amizade, fazer uma tatuagem. Só espero que não escolha uma muito enfeitada.

Com licença. - Desviei rapidamente de uma menina e parei indignada não crendo na cena rápida que vi. Me virei rapidamente e a vi pedindo dinheiro para as pessoas que passavam ali, em seguida vasculhei com o olhar todas as pessoas que estavam a sua volta e vi um casal meio afastado. Andei com pressa até e parei em frente a mulher que fixava o olhar na menina e dava para notar que ficava enfurecida quando a garota não conseguia dinheiro, enquanto o homem se destraia jogando cartas. - Imbecil. - Abri o copo e joguei o restante da bebida em cima dela, no mesmo instante a mulher levantou enfurecida. Ergui uma das mãos com o intuito de agarrar no pescoço dela, mas algo me puxou para trás, dando tempo deles correrem. Me virei pronta para descontar minha raiva em quem havia me impedido e me deparei com minha prima. Respirei fundo e revirei meus olhos. - Você tinha que ter deixado eu estrangular aquela mulher. - Falei enfurecida e levei uma das mãos até as mechas que haviam caido sobre meu rosto, as jogando para trás. Eu nunca fui uma pessoa considerável boa para convívio, mas coisas assim me deixavam estramemente irritada. Balancei a cabeça negativamente e passei por ela, adentrando a loja de tatuagens que havia atrás da mesma.

Geo me conhecia mais do que qualquer um dos presentes, então já estava acostumada com cenas daquele tipo por isso não fiquei tão preocupada. Parei em frente ao ar condicionado da loja e com a ajuda de minhas mãos fiz um coque em meu cabelo, em seguida me virei para que o ar gelado atingisse minha nuca para aquela tensão e adrenalina baixar. Desviei meu olhar para porta e suspirei ao vê-la entrar super calma. - Desculpa ter te tratado daquele jeito, mas você não tinha que ter me impedido. - Meu tom de voz estava mais calmo agora. Desviei meu olhar dela para o rapaz que estava dentro da sala de vidro tirando a camisa para que o tatuador analisasse o local onde iria ser feito a tatuagem. Abri um sorriso no canto dos lábios e indiquei com um leve gesto de cabeça o mesmo para Geo. - Olha aqueles braços. - Gargalhei de mim mesma e suspirei aliviada por ela ainda não ter lembrado de meu atraso.
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
13
US$ :
40661
Data de inscrição :
26/09/2015

Dados do Personagem
Nivel: 3
Experiencia :
196/300  (196/300)
Vida (HP):
110/110  (110/110)

Savannah Müller Hartmann
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Times Square

Mensagem por Yulia Nikolaevich Romanov em Dom Set 27, 2015 7:09 pm


I CAN SEE MY BABY SWINGING
HIS PARLIAMENT'S ON FIRE WHEN HIS HANDS ARE UP.
meetstattoos

As superfícies asfaltadas eram palco de um tumulto frenético e incontrolável. Passos descompassados eram dados por estadunidenses de todos os tamanhos, classes e idades. Caracterizando o tão famoso ambiente estavam as enormes e chamativas placas com anúncios publicitários altamente atrativos. Além disso, as lojas ganhavam novos clientes em frações de segundo, criando uma movimentação de direções contrárias.
As vestes que cobriam seu corpo tinham sua certa notoriedade. O tecido pálido e fino de traços delicados cobria seu tronco, tendo suas alças finas o suficiente para se prenderem aos ombros da loira. Por cima, amenizando a brisa gélida trazida pela baixa temperatura estava uma jaqueta de couro negro, a qual cobria toda a extensão de seus braços e permitia a exibição de seu decote.
Protegendo suas pernas estava uma calça no estilo jeans, cuja tinha tonalidade mais clara que as normais e possuía alguns detalhes desfiados por sua superfície, revelando algumas pequenas partes da pele da semideusa.
Enquanto caminhava, os saltos negros e corpulentos executavam barulhos indicativos, os quais podiam anunciar a chegada da russa em qualquer lugar que fosse. A pequena bolsa envolvida em seu cotovelo balançava-se involuntariamente a medida que os passos eram dados. Os olhos de íris azuladas passeavam atentamente perante toda aquela ambientação agitada e enlouquecedora.
Subitamente, sua atenção fora dirigida a uma cena ilícita onde uma jovem procurava envolver a garganta de uma mulher, certamente, aquilo não seria algo bom. Com isso, seus passos foram apressados e logo passaram a ser uma corrida. A dificuldade não era algo evidente, afinal, correr sobre saltos altos era somente obra para filhos de Afrodite.
Não preocupando-se em ser indelicada ou enxerida, Georgia ergueu o braço que estava livre e esticou as articulações de seus dedos para que pudesse alcançar o ombro daquela que aparentava ter sua idade. Segurando firme no corpo alheio, utilizou de sua força para virá-la em sua direção, procurando romper a briga que estava prestes a ter seu início.
Entretanto, a surpresa que tivera fora maior, porém nada inesperado. A que iria enforcar a mulher era aquela cuja havia marcado de se encontrar. Savannah. Sua prima, melhor amiga, confidente e parceira estava ali, em sua frente. Imediatamente a vontade de abraçá-la lhe tomara o coração, fazia tempo desde a última vez em que haviam se encontrado.
Todavia, o encontro qual havia sido marcado não ocorrera bem como planejava. A outra dava-lhe as costas e adentrava a loja na qual fariam suas tatuagens em simbologia de sua amizade. Revirando os olhos por esperar exatamente aquela reação de Savannah, apenas proferiu as seguintes palavras:
- Volte aqui, Vans! – O tom de suas palavras era risonho, principalmente ao proferir o apelido dado a amiga. Somente Georgia a chamava assim.
Os dedos decorados por unhas de tonalidade nude deslizavam pela maçaneta fria e velha daquele lugar. Adentrando a famosa loja de tatuagens e piercings, a jovem semideusa matinha sua classe e sua calma, analisando todos os detalhes decorativos estampados por ali. Quadros de tatuagens, músicas alternativas e uma mistura de vermelho e preto predominavam naquele recinto.
A risada escapava por entre seus lábios avermelhados enquanto observava a amiga. Os fios dourados passaram a se balançar de um lado para o outro em negação. Um sorriso brotou em seus lábios:
- Tudo bem, eu já estou acostumada com isso. – Levou a mão esquerda ao próprio rosto e deslizou as pontas de suas unhas pela lateral de seu nariz.
Seu olhar seguia o da outra, deparando-se com dois homens realmente muito bonitos. O que de despia revelava seu físico estrutural e másculo, retirando um suspiro do interior da russa, que logo voltou a dar risada.
- Estou vendo. – Sorriu de forma travessa para Savannah. – Agora imagina aqueles braços te agarrando e te levando para um lugar onde só ficassem vocês dois. – Enquanto pronunciava suas palavras aproximava-se da menina, olhando-a como se quisesse rir.
Envolveu-a em um abraço singelo e imediato, beijando-lhe a bochecha a fim de irritá-la, deixando ali a marca de seus lábios vermelhos.
- Você se atrasou, mocinha. – Lembrou, forçando sua expressão mais séria enquanto cruzava os braços sobre seu busto. Não conseguiria ficar com raiva da única pessoa com quem se importava.



WHO'LL SHOW YOU GRACE?

avatar
Filhos de Afrodite
Mensagens :
17
US$ :
40717
Data de inscrição :
25/09/2015
Idade :
19

Dados do Personagem
Nivel: 6
Experiencia :
0/600  (0/600)
Vida (HP):
125/125  (125/125)

Yulia Nikolaevich Romanov
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Times Square

Mensagem por Savannah Müller Hartmann em Dom Set 27, 2015 7:54 pm



Conforme Geo dizia o que aqueles braços poderiam fazem em relação a mim deixei minha imaginação tomar criatividade e mordisquei meu lábio inferior. - Quero ele de presente. - Sai da frente da saída de ar condicionado e andei até mais próximo ao vidro, uma distância razoável para se caso ele olhasse para fora desse tempo de disfarçar. - Não precisa se preocupar com embrulhos. Ah, isso enclui roupas. - Ri do meu prórprio comentário e ao me virar para ela notei que vinha em minha direção pronta para me dar um abraço. Eu nunca foi boa em demonstrar afeto, então apenas o retribui e a encarei ao sentir o beijo que com certeza havia deixado marca em minha bochecha. - Pra que um batom tão forte? Me explica. - Levei uma das mãos até o rosto, esboçando uma feição pensativa e em seguida sorri, passando a mão pela minha bochecha ignorando o borrão que havia ficado na mesma.

E a parte sobre o atraso havia chego. Abri um sorriso cínico no canto de meus lábios ao escuta-la e por fim soltei uma risada. - Eu estava tentando salvar a humanidade de pessoas idiotas como aquela mulher. - Meu rosto tomou uma expressão meio psicopata conforme imagina a tortura daquela mulher. Me virei automaticamente tornando a expressão em meu rosto normal ao escutar a voz de uma mulher. - Podem entrar. Como são duas, há dois tatuadores lá dentro. - Arqueei uma das sobrancelhas ao escuta-la e fiquei me questionando porque demonhos o rapaz todo musculoso havia tirado a camisa se não faria tatuagem e fiquei com medo da resposta. Respirei fundo e fiz um sinal com a cabeça para que Geo se aproximasse. - O sem camisa é meu. - Disse tentando fazer um olhar meio sensual, mas acabou se tranformando em uma careta.

Ao adentrarmos a sala notei algo curioso, o tatuador que estava despido estava sendo acariciado em uma das pernas pelo outro tatuador, mas assim que notou nossa presença ele parou. Pressionei meus lábios tentando conter minhas risadas de frustação. O musculoso se levantou e disse para que uma de nós sentássemos no lugar dele, porque ele tinha que abrir a boca? A voz dele saiu mais aguda que um grito de passarinho. Olhei para cara de minha prima e ela tentava ficar séria, mas era uma coisa quase impossível. Fechei meus olhos fingindo que havia caído algumas coisas neles e respirei fundo, pois se a primeira risada saísse seria impossível segurar as seguintes. Andei com o corpo rígido, como se cada músculo meu tentasse segurar as risadas e me sentei na cadeira e tentei não olhar para ela. Ele nos trouxe um portifólio cheio de fotos de tatuagens de amigas, amigas muito chamativas para meu gosto. Graças a Deus ele fez isso, tirou minha atenção um pouco daquela situação. - Então é... - Engoli a seco e apontei um delas, tentando puxar assunto. - O que acha. - Ainda não queria olhar nos olhos dela para não correr risco.
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
13
US$ :
40661
Data de inscrição :
26/09/2015

Dados do Personagem
Nivel: 3
Experiencia :
196/300  (196/300)
Vida (HP):
110/110  (110/110)

Savannah Müller Hartmann
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Times Square

Mensagem por Yulia Nikolaevich Romanov em Ter Set 29, 2015 4:50 pm


I CAN SEE MY BABY SWINGING
HIS PARLIAMENT'S ON FIRE WHEN HIS HANDS ARE UP.
meetstattoos

O som contagiante e meigo de sua risada fora emitido por entre os lábios vermelhos, cujo agora não tinham sua tonalidade tão forte quanto antes. Georgia moveu seu corpo para o lado levemente, colidindo seu ombro com o da filha de Ares por um breve instante.
- Espere só pelo Natal. – Disse em um tom travesso, esboçando um sorriso no canto de seus lábios, o qual logo se tornou uma risada discreta.
- Lábios vermelhos me deixam mais sexy do que já sou, querida. – Explicou-se de forma convencida, jogando as madeixas douradas de lado, rindo em seguida. – Já tentou usar alguma vez? Tenho certeza que o bonitão ali iria adorar. – Utilizou de seu indicador para apontar o homem de músculos evidentes e chamativos.
Logo, o timbre feminino atrapalhara a conversa que era estabelecida entre as semideusas. A russa, obediente, seguiu o que lhe fora dito, mas antes, parou ao lado de sua amiga para escutar as palavras que futuramente a fariam rir. – Tudo bem, eu fico com o vestido. – Revirou os olhos, não podendo conter o sorriso que lhe escapava.
Ao adentrar a cabine cercada pelo vidro gélido e transparente pode ser presenteada com uma cena realmente constrangedora. O que antes era admirado por ambas as jovens estava sendo acariciado pelo outro, antes designado à Georgia. Seus olhos arregalaram-se imediatamente. Sem nem um pouco de discrição, levou uma de suas mãos ao rosto, cobrindo a própria boca para que as risadas não escapassem dali.
O timbre do musculoso conseguia ser mais fino do que o de uma ninfa e, mais feminino do que o da filha de Afrodite e a de Ares juntos. O contato visual entre as primas fora quebrado, evitando reações indelicadas para aquele momento.
Seguindo as instruções dadas pelo “homem”, a loira sentou-se sobre a superfície à frente de seu tatuador. Observando o livro com os vários modelos de tatuagens teve seu foco tirado da ansiosa vontade de rir, prendendo a atenção naqueles desenhos.
“Always and Forever.” As letras caligrafadas com perfeição encantavam as íris claras da herdeira do amor. Imediatamente, um sorriso de aprovação pela escolha de sua prima surgira em meados de seus lábios, revelando o quanto a ideia a agradara.
- Essa está perfeita! – Disse animadamente, batendo palminhas logo depois de repousar sua bolsa sobre o chão. Seu olhar dirigiu-se ao homem despido à sua frente e rir pelo nariz foi quase inevitável.
- Vocês querem fazer onde, amadinhas? – A voz aguda voltava a ter seu efeito sobre Georgia, fazendo-a rir involuntariamente. Repreendeu-se, tossindo rapidamente com o intuito de maquiar a antiga ação.
- Vamos fazer na linha abaixo dos seios, na lateral do abdômen. Sabe como é? – Explicou, arqueando uma das sobrancelhas em sua pergunta. Logo, percebeu que o tatuador revirava os olhos e fazia caras e bocas engraçadas, parecia que ele estava tentando imitar fotos de modelos, fazia bico e trazia novamente a vontade de rir à russa.
- Tá achando que sou amadora é, minha filha? – A indignação em seu tom de voz feminino era notável. Enquanto ele proferia suas palavras movia o indicador de um lado para o outro como se estivesse em meio a um barraco. Além de mover a cintura de um lado para o outro com aqueles jeans apertados que marcavam completamente aquele algo pequeno que ele possuía entre as pernas.
Os pensamentos a faziam rir discretamente. Seu olhar fora dirigido à sua prima e logo seus lábios moveram-se, sibilando algo. – Ele é a passiva. – Informou, voltando a cobrir sua boca com a mão.
- Ai, me desculpa. Só tentei explicar melhor. – Defendeu-se, voltando sua atenção ao tatuador vestido. – Vai doer muito? – Fez uma careta enquanto franzia as sobrancelhas, receosa pelo o que sentiria. - Queremos a tatuagem exatamente como está no álbum, por favor. – Ele assentiu, enquanto o da voz de galinha reclamava e retornava ao seu devido lugar.
O vestido deu risada e sua voz aparentava ser menos aguda. Sorridente, Georgia voltou sua atenção para Vans, a encarando com um olhar travesso. – Vamos lá! – Disse baixinho, cruzando os dedos.



WHO'LL SHOW YOU GRACE?

avatar
Filhos de Afrodite
Mensagens :
17
US$ :
40717
Data de inscrição :
25/09/2015
Idade :
19

Dados do Personagem
Nivel: 6
Experiencia :
0/600  (0/600)
Vida (HP):
125/125  (125/125)

Yulia Nikolaevich Romanov
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Times Square

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum