Trama
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.
Créditos
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.
Novidades
18.06
Reabertura do Fórum 2.0

00.00
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut.

00.00
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut.
Times
Nombre apellido
Mejor héroe
Nombre apellido
Mejor Villano
Nombre apellido
PJ más activo
Administração
Companeros

Élite 0/40

[MvP] Cassandra McBane

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[MvP] Cassandra McBane

Mensagem por Psiquê em Ter Jan 12, 2016 3:57 pm


Amazed
- Cassandra! Cassandra! Cassandra, filha de Apolo! - Gritava o sátiro eufórico. Estava cansado, o ar parecia não conseguir adentrar em seus pulmões. Ele segurou a jovem pelo braço e, em meio a longas pausas para recuperar o fôlego, se pronunciou oficialmente. - Quíron preparou um desafio especialmente para a sua pessoa. Eu fui encarregado de lhe guiar até a arena. Pegue suas armas, irei esperar aqui. - Disse ao se sentar no banco da praça. Sua respiração, aos poucos, voltava ao normal. Esperou até o retorno da semideusa no mesmo lugar, como fora dito que faria. Por favor, me siga. - Ele sorria. Sua pele era morena e lustrosa, os olhos eram verdes e os chifres já estavam bem aparentes. Levantou-se e a acompanhou até o destino final.

Era dia, porém o sol não brilhava intensamente, muito pelo contrários, as nuvens cinzentas encobriam sua beleza. Uma leve chuva abençoava a cidade. O vento era forte, e gélido. A temperatura era de 23°C, porém devido as condições climáticas, a sensação térmica beirava dos 18°C. A caminhada até a arena foi um pouco demorada e, desde alguns metros antes, era possível ouvir alguma espécie de grito agudo. - Não se preocupe, Quíron não é louco de fazer grandes desafios para os novatos. Afinal, essa será meio que uma forma dele lhe dar as boas vintas. - Deu uma leve risada. No decorrer do caminhou, ficou aberto a tirar qualquer dúvida que a prole do sol poderia apresentar.

Passados alguns segundos, a suntuosa construção que era muito semelhante a um Coliseu. Pessoas saiam de lá correndo e gritando, como se houvesse algo de muio terrível entre aquelas paredes. Porém, para a surpresa da jovem, o sátiro não entrou no lugar com ela. - Eu fico por aqui. Lá dentro Quíron lhe dará as instruções necessárias.

Dentro da arena, uma gaiola estava pendurada ao teto por uma corrente. As arquibancadas estavam vazias. Havia apenas mais três seres naquele local, o centauro e dois esqueletos armados. - Filha de Apolo, esse será o seu primeiro desafio nessa nova vida. Eu estarei na arquibancada te assistindo e não permitirei que as coisas percam o controle. Pode estar estranhando ter que enfrentar dois oponentes, porém acredite, não sou louco de colocar a sua vida em risco. - Foi só então que ela notou que ambas as criaturas estavam amarradas por correntes. - Alguma dúvida? - Disse rapidamente. - Não? Que ótimo. Que comece o jogo. - Não permitiu que a jovem desse uma resposta à pergunta anterior. Apenas se virou e libertou as criaturas, deixando a arena pronta para o combate.

Ambos os oponentes correram na direção da semideusa, com as espadas erguidas. Queriam realizar um golpe duplo, ambos em diagonal, com a intenção de que, no final, formasse um X. O chão era de terra, porém com a chuva, a mesma se tornou lama, ou seja, os movimentos de ambas as partes se tornariam mais lentos. Porém aquilo poderia ser útil, para aquele que soubesse usar.


Regras:

- 72 horas para postar.
- Pode levar quantas armas conseguir carregar, mas lembre-se: quanto mais equipamento, mais pesado fica o corpo e mais lento é o movimento.
- Mascote não será permitido.
- Poderes e armas em spoiler.
- Você terá que enfrentar dois esqueletos, cada um possui uma espada de ferro. A única forma de vencer não é a “morte”, lembre-se disso.
- Boa sorte.
- Qualquer dúvida ou aviso é me contatar.
avatar
Estagiário
Mensagens :
10
US$ :
35266
Data de inscrição :
12/01/2016

Psiquê
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MvP] Cassandra McBane

Mensagem por Cassandra McBane em Sex Jan 15, 2016 12:01 pm



Aquele do encontro com a nova realidade




Levantei cedo, estava na cidade há alguns dias, dividindo meu tempo entre arrumar meus pertences em meu quarto,em fazer alguns amigos e só. Como sei disso? Graças ao meu diário: tudo estava descrito ali nos mínimos detalhes e até então sabia que não havia cometido nenhuma 'gafe'. Por isso, decidi nesta manhã nublada e chuvosa explorar um pouco mais o território, certa de que isso ajudaria na adaptação e quando contornava a praça ouvi alguém chamar por uma Cassandra. Não sendo eu a única Cassandra do mundo julguei que não era a mim que chamavam mas então quando alguém segurou meu braço me obrigando a interromper a caminhada e me chamou de Cassandra, filha de Apolo. Preferia McBane, pode ser?

Meu olhar então focou no sátiro que parecia bastante empolgado e vasculhei na minha mente algum vestígio de lembrança dele ao passo que o mesmo se acomodava no banco da praça - Ahn...oi... Darth! - sabia que o nome dele era alguma coisa com D e apelei para Darth, completando - Você está bem? - ele parecia prestes a colocar os pulmões para fora. E depois de um aceno que interpretei como "tudo bem" Darth decidiu me contar a BOA NOVA (não achei TÃO boa assim mas...).

Quíron? Eu, Quíron, desafio e especial numa mesma frase? Só eu estou achando essa história estranha? Ainda assim fiz o que o sátiro pediu, indo até meu quarto e pegando o que julguei necessário uma vez que não sabia o que esperar. Quando voltei para a praça imagino que minha surpresa ainda estivesse estampada em minhas feições, porque Darth logo explicou que Quíron não era louco de fazer grandes desafios para os novatos.

- Imagino que isso seja um bom sinal - comentei e ele logo complementou dizendo que era a maneira de Quíron me dar as boas vindas - Ele conhece chocolates e flores, não conhece? - sei lá...vai que ninguém nunca tivesse dito que isso era bem mais legal do que qualquer coisa que envolvesse armas?

Ele riu. Não sei se de mim, do que eu havia dito ou da minha total ignorância sobre aquele novo mundo. Seguimos até a arena com o sátiro me explicando as coisas tão pacientemente que nem vi o tempo passar. No entanto, admito que não foi nada divertido ou mesmo especial ver aquelas pessoas deixando o local aos berros. Lancei um último olhar para Darth que se despedia. Ele não ia entrar?! Grandes amigos esses que eu arranjava por aqui...

A arena parecia com as arenas antigas que via pela TV. Estava observando o local calmamente (ou quase) quando ouvi Quíron falar comigo. Como eu sabia que era ele? Porque o desenho que eu fiz dele era BASTANTE realista, logo não havia como confundir.Ah, o fato de estarmos sozinhos ali na arena ajudou um pouco também. Minha atenção, no entanto, foi desviada para uma gaiola que pendia e onde estavam dois esqueletos (?) armados. Isso era sério?

Acompanhei as explicações de Quíron e quando ele me chamou de filha de Apolo retruquei instantaneamente - Cassandra - não gostava de ser chamada de 'filha de Apolo" afinal ele era apenas o cara que contribuiu geneticamente para a minha existência e que a colocou em risco - só um detalhe. Então quando ele terminou e disse aquele "que comece o jogo" voltei um olhar alarmado para ele como se perguntasse "você não está falando sério que EU vou ter que LUTAR sozinha com esses... essas... duas coisas?"

Quando voltei à realidade, notei que os seres corriam na minha direção e numa reação automática, dei um passo para trás, segurando firmemente no cabo da espada que trazia nas mãos. – Que droga é essa? – Murmurei tão baixo que mal consegui ouvir minhas palavras.

Sendo sincera eu não tinha ideia do que fazer, muito menos do que pensar, minha mente parecia travada; ao contrário dos meus batimentos cardíacos que aceleraram consideravelmente. Saí dessa posição de choque apenas quando os monstros estavam a poucos passos de mim enquanto pensava algo como: “Droga, péssima hora para um teste”. Então me posicionei devidamente, preparando-me para me defender antes de atacar os oponentes afinal precisava de um plano para vencer as criaturas sem matá-las... se bem que, por Deus, eram esqueletos! Esqueletos já estavam mortos, não? Tentaria usar um daqueles poderes herdados de Apolo para deixar os monstros desconcentrados e com as defesas fracas. Caso funcionasse, os atacaria usando aquela espada.


Armas:
Espada flamejante – Se assemelha a uma espada normal, porém, seu corpo se cobre por uma chama que não queima o semideus, mas é mortal aos seus inimigos.

Escudo do dragão – Um escudo feito de madeira, comum, que em seu centro possui o desenho de um lindo dragão entalhado em diamante, esse diamante possui em seu corpo o poder de da resistência as coisas tornando assim o escudo indestrutível. Ele aguenta pesos de até três toneladas, golpes mágicos e até mesmo repele feitiços.

Botas de borracha – Um par de botas vermelhas feitas de borracha, elas são macias e bem leves. Quando pisa no chão faz um barulho de puff. Basta se agachar e impulsionar o corpo pra cima para que consiga saltar até seis metros de altura com um pouso sem ferimentos.

Poderes Passivos:
PASSIVOS

Nível 1
Arquearia – Filhos de Apolo são considerados ótimos arqueiros. Neste nível vocês já são considerados os melhores do Acampamento Meio Sangue. Seu manuseio com arcos e flechas são excelentes.
Cicatrização Solar – Os raios solares fazem com que os ferimentos das proles de Apolo se cicatrizem mais rápido que o normal. Cura 5HP por ferimento cicatrizado.

Poderes Ativos:
Nível 1

Clarões I – Os filhos de Apolo poderão criar clarões em suas mãos, incomodando seus oponentes. Gasto mínimo de MP.

POST: 02  NOTAS: edições me avisem, por favor.   ONDE: Arena VESTINDO:

Coded By @Lilah!


Cassie * 16 * Cria de Apolo * A esquecida
credits @
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
7
US$ :
35757
Data de inscrição :
02/01/2016

Dados do Personagem
Nivel: 1
Experiencia :
0/100  (0/100)
Vida (HP):
100/100  (100/100)

Cassandra McBane
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MvP] Cassandra McBane

Mensagem por Psiquê em Sex Jan 15, 2016 2:58 pm


Amazed
A semideusa parecia um pouco confusa. A distância dela para seus oponentes só diminuía e ela nada fazia. Estava chovendo e os raios solares eram fracos. A neblina, por sua vez, era um pouco densa. Aqueles seres eram irracionais, queriam apenas matá-la e, se a jovem não fizesse nada, acabaria morrendo. Enquanto isso, Quíron apenas ficava lá, sentado em sua cadeira de rodas, observando tudo, um pouco intrigado com a inércia da semideusa, é verdade, porém mesmo assim não se moveu para ajudar, e nem mesmo pronunciou uma só palavra, queria esperar para ver o que iria acontecer.

Ela esperou tempo demais para agir. Estirou as mãos e das mesmas uma luz forte surgiu. Porém, devido à chuva e neblina, ela se tornou um pouco mais fraca, mesmo assim atingindo a visão de seus oponente. Porém já era um pouco tarde, o movimento deles já estava acontecendo, as espadas moviam-se no ar e, devido a proximidade maior com as palmas das mãos da semideusa, elas foram os alvos dos cortes. O sangue escorria. Porém o ferimento não era grave. As criaturas estavam temporariamente cegas, porém continuariam a atacar.

Com a espada que ganhara de seu pai, a semideusa atacou um dos esqueletos, o que estava no lado esquerdo e, devido ao fato de ele não estar vendo de onde vinha o golpe, acabou por perder o braço que segurava a arma. O outro oponente, por sua vez, continuava atacando, sem direção. Nenhum novo golpe havia ainda acertado, porém estava chegando perto, ela teria que agir rápido.

- Esqueletos são como robôs programados a matar, irão te atacar independente do que aconteça. Pode criar fogo na frente deles, que irão atravessar para tentar atacar. Eles são seres irracionais. Cuidado com o que faz. - Pronunciou-se o centauro.

Foi então que viu que o braço caído do primeiro estava pulando e agarrando a perna do mesmo, escalando o corpo. E logo já estava posto no lugar de novo.  Aquilo causou uma risada no centauro. - Você nunca jogou games que tinham esqueletos não? Só há uma mate que você pode separar, que fará com que eles fiquem impossibilitados, ou melhor, completamente sem guarda. Use a cabeça, filha de Apolo.

O esqueleto que ainda estava inteiro, havia preparado mais um movimento. Pelo que tudo indicava, o movimento acertaria a prole do sol se a mesma não saísse dali, ou então contra-atacasse de forma rápida e eficiente. Por sorte ela levava consigo seus equipamentos, talvez nele encontrasse alguma saída.

Observação:

Sinceramente, não sei se consegui entender a sua ação, não sei se tentou se defender com o escudo e depois usou o poder, se usou o poder como defesa, que foi o que achei mais coerente com o que estava escrito, se usou a espada já desde o início… Enfim. Tome cuidado, tente deixar seus movimentos claros, sei que às vezes é difícil, porém tente, pois quanto mais transparente, mais o narrador entende e maiores são as chances de suas ações darem certo.

Você está com um corte em cada mão. Isso não te impede de segurar a espada e nem dificulta em nada. Enquanto um está se recompondo, o outro está atacando e se encontra próximo. Defenda-se, fuja, role para o lado… Enfim, faça algo, ou então sua situação vai piorar.

Status:

Catherinne:

HP:90/100
MP:97/100
Esqueletos:

HP:100/100
MP:100/100

HP:85/100 (“Perda do braço”)
MP:100/100

Regras:

- 72 horas para postar.
- Pode levar quantas armas conseguir carregar, mas lembre-se: quanto mais equipamento, mais pesado fica o corpo e mais lento é o movimento.
- Mascote não será permitido.
- Poderes e armas em spoiler.
- Você terá que enfrentar dois esqueletos, cada um possui uma espada de ferro. A única forma de vencer não é a “morte”, lembre-se disso.
- Boa sorte.
- Qualquer dúvida ou aviso é me contatar.
avatar
Estagiário
Mensagens :
10
US$ :
35266
Data de inscrição :
12/01/2016

Psiquê
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MvP] Cassandra McBane

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum